Os protagonistas da festa

Diesel lança seu smartwatch full display no Brasil com Rafael Zulu como embaixador
9 de maio de 2018
Ozzy Osbourne celebra cinco décadas de carreira com turnê global de despedida e vem ao Brasil
10 de maio de 2018

Tendência na Austrália, os Tall Cakes, ou bolos altos, são verdadeiras obras de arte e chamam atenção em grandes celebrações

Quem nunca ouviu a frase que virou meme no Brasil: “Fica, vai ter bolo!”? Isso porque o bolo costuma ser o queridinho de qualquer festa e elemento de destaque, seja na mesa de doces ou na hora do parabéns. Para engrandecer, literalmente, o doce, os australianos desenvolveram o Tall Cake, com estrutura longilínea, que permite maior aproveitamento artístico das laterais do bolo, transformando-o em uma tela em branco para os grandes artistas do mundo culinário.

Tal técnica consiste na sobreposição de dois bolos comuns, deixando o mais alto e estreito. Sua cobertura varia entre glacê de manteiga, conhecido como buttercream, ou ganache de chocolate, em casos de bolos com coloração mais escura. “Tingimos a cobertura e a espatulamos criando desenhos com as cores, como se fosse uma tela com pinceladas de cor. Desta forma, todos os bolos são únicos e exclusivos”, explica Patricia Azevedo, chef pâtissier da Opera Dolce, marca que conta com os Tall Cakes em seu portfólio. Com design minimalista, a composição da decoração também pode contar com flores e elementos em acrílico, sempre valorizando o topo do bolo com os acessórios.

Para estruturar um bolo destes, é preciso pensar na consistência da massa, não podendo ser muito fofa, além da escolha dos recheios, sempre priorizando ingredientes secos e firmes. Segundo Patricia, opções de brigadeiro mole e geleias com frutas frescas são descartas por não garantirem a estabilidade do bolo. “Também utilizamos uma camada de glacê para envolver o recheio e não deixar que ele “vaze” quando o bolo for cortado. Dependendo do diâmetro e altura do bolo, estruturas como pilares plásticos são indispensáveis para manter todas as partes nos seus devidos lugares”, conta.

Inspirados na arquitetura, os Tall Cakes nasceram como blocos de concreto nas mãos da australiana Thao Pham e receberam este nome pela cor cinza característica de suas criações. Foi no trabalho de Thao que Patricia buscou referência para criar o seu portfólio, que conta com opções coloridas, com flores, topos em acrílico personalizado e outros doces para complementar a decoração. Os bolos são feitos por encomenda via telefone ou e-mail e retirados no ateliê da Opera Dolce, localizado na Vila Getúlio – Av. Pres. Getúlio Vargas, 937 – sala 7.

Sobre a Opera Dolce

Criada pela Chef Pâtissier Patricia Azevedo, a Opera Dolce preza por produtos que agradem ao paladar e aos olhos. Com duas linhas, uma festa e outra dia a dia, a marca busca levar um toque doce a todos os momentos da vida, do mais simples, ao mais especial. Estão no portfólio da marca opções de bolos, biscoitos, cupcakes, brownies, cakes popsicle e outras delícias que podem ser encomendadas via telefone ou e-mail.

Opera Dolce by Patricia Azevedo

Endereço: Vila Getúlio – Av. Presidente Getúlio Vargas, 937, espaço 7 – Rebouças

Facebook: facebook.com/operadolcebypatriciaazevedo

Instagram: @operadolce


Crédito fotos: Vitor Corrêa