Oca Tupiniquim apresenta menu vegano, glúten e lactose free

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

De casamentos a eventos corporativos, menu da chef Raphaela Homem de Melo traz opções criativas e saborosas para atender a todos os convidados

Menu de casamento vegano? Um coquetel corporativo só com opções sem glúten e sem lactose? O que antes parecia improvável se torna, cada vez mais, um estilo de vida e uma exigência de anfitriões e convidados. De olho nesse mercado crescente, a Oca Tupiniquim, espaço de eventos da Vila Madalena, zona oeste da cidade, apresenta menu personalizado para celíacos, quem tem intolerâncias ou restrições alimentares, seja por causa de alergias ou apenas por opção.

Para a chef Raphaela Homem de Melo, que assina o menu da Oca Tupiniquim, é possível encontrar opções muito saborosas para substituir carnes, queijos, leites e todos os derivados de proteína ou origem animal. Leites vegetais para os intolerantes à lactose e entradinhas e pratos com cogumelos, pupunha ou tofu temperado, por exemplo, são proteicos e podem substituir a carne.

Polentinha vegana em formato de coração: feita com manteiga ghee pela chef Raphaela Homem de Melo.

No menu vegano, as entradas devem ser leves e uma preparação para o início do menu. Podem incluir sopas frias ou quentes (as cremosas podem levar leite vegetal) e saladas como Salada Tropical Thai, que reúne bifum, abobrinha e filetes de frutas. Creme de pupunha, caldinho de abóbora com leite de coco, curry e gengibre; caldinho de abóbora com gengibre; caldo de mandioca com folhas de jambu são entradinhas que conquistam todos, veganos ou não. Coração de polenta com molho de tomates e manjericão; escondidinho de cogumelos e batata doce; tomate confit com cuscuz marroquino picante; wrap de cogumelos selvagens e azeite de ora pro nobis são outras opções para começar. Como pratos principais veganos, a chef destaca: brandade de palmito pupunha, risotos de castanhas brasileiras ou de alho-poró com limão siciliano.

Pratos tradicionais do buffet da Oca podem ser adaptados, é o caso das polentas, que passam a ser feitas com manteiga ghee e queijo vegano. O arroz de carreteiro vegano ganha, em vez das carnes, a pupunha e permanece com a banana-da-terra e as lascas de amêndoa. E o bobó – o prato preferido da chef – deixa de ser com camarão e inclui o cogumelo paris, que garante o teor proteico, a textura e o sabor. A moqueca vegana perde o peixe para a banana-da-terra.

Grande parte do menu da Oca já é sem glúten, caso de entradinhas (batata bolinha com creme de queijo, salmão defumado e dill, bolinho de feijoada, brochete de abobrinha e queijo de coalho, ceviche de salmão com brotos de rúcula) ou de pratos (aligot com carne-de-sol desfiada e cebolas crocantes, brandade de bacalhau com chips de baroa e molho especial, moqueca capixaba com arroz branco e farofa de pupunha, bobó de camarão, pirarucu assado com ervas e ratatouille, risoto de castanhas brasileiras ou banana-da-terra e queijo de coalho), nhoques e massas com batata doce.

Leites orgânicos de coco e de amêndoas substituem muitos dos ingredientes na mesa de doces de casamento. 

Sobremesas e até bolos de casamento veganos, glúten e lactose free podem ser saborosos e agradar a todos. Sobremesas com tapioca são uma ótima opção para quem está pensando em um menu sem glúten ou vegano. Caso do cuscuz de tapioca com coco. Leites orgânicos de coco e de amêndoas podem substituir muitos dos ingredientes em doces como rabanada com açúcar mascavo e canela e pannacotta de amêndoas com figo. “O casamento não pode ser o pesadelo dos veganos. É preciso respeitar esse estilo de vida e fazer um menu inesquecível, que traduza a filosofia de vida do casal. Em todos os eventos da Oca, temos a preocupação de sempre incluir opções veganas, sem glúten e sem lactose. Mas já tivemos eventos com menu 100% vegano, uma escolha dos anfitriões. É sempre importante criar um menu equilibrado e harmônico para atender a todas as necessidades e gostos”, explica Raphaela Homem de Melo, chef e sócia do Oca Tupiniquim.

Sobre a Oca Tupiniquim:

Natureza e urbanidade, brasilidade e cosmopolitismo, rústico e chique, campo e cidade, harmonizando os opostos. Assim é a Oca Tupiniquim, casa de eventos na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo. Criada em 2007 pela empresária Ângela Soares (ex-proprietária do Casa Tupiniquim, um buffet infantil com temas do folclore brasileiro e pioneiro na cidade), a proposta da Oca é resgatar a brasilidade no menu e décor e oferecer toda a infraestrutura para eventos sociais e corporativos. Numa área de 500m2, a Oca reúne jardim de entrada com palmeiras imperiais, fonte, lounge, pista de dança, teto de vidro, amplo bar, sobrado com janelões românticos, espaço perfeito para um jantar mais formal, paredes de tijolinhos aparentes, uma frondosa mangueira e um surpreendente jardim vertical. Os noivos contam, ainda, com o serviço de buffet, com menu com toques brasileiros e técnicas internacionais assinado pela chef Raphaela Homem de Melo, coordenação da festa, decoração, mobiliário com design brasileiro, luz, som, DJ, gerador, entre outros tantos detalhes fundamentais para a realização do casamento dos sonhos. Na área de eventos corporativos, destacam-se, no portfólio, clientes e marcas nacionais e internacionais de sucesso como Facebook, Unilever, Microsoft, Itaú, Natura, Nike. Sabores brasileiros com técnicas internacionais, despojamento com sofisticação. Simplicidade dos povos originais, que inspiram o nome da casa, “oca” – habitação típica dos povos indígenas, feita com fibras naturais, madeira e folhas. Uma oca, mas contemporânea e hi-tech. Puras misturas.

Serviço:

Oca Tupiniquim

www.ocatupiniquim.com.br

Rua Fradique Coutinho, 1379 – Vila Madalena

São Paulo – SP, CEP 05416-011

Telefone de reservas para eventos:  11 3031-7996 e 9 9939-8209

Email de eventos: oca@ocatupiniquim.com.br

Instagram: @ocatupiniquim

Facebook: /Ocatupiniquim

Twitter: @ocatupiniquim

Créditos fotos: Fernando Torres/Raphael Criscuolo

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.