Luciana Baggio e Flavia Bonet assinam as vitrines de outono na Artefacto Curitiba

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Inspiradas em Ex_Machina e Medo e Delírio em Las Vegas, profissionais surpreendem com projetos que trazem futuro, rusticidade e natureza

A Artefacto Curitiba inaugura suas vitrines de outono, com projetos assinados por Luciana Baggio e Flávia Bonet. Ainda com o tema Decor + Cinema, os projetos encerram a Mostra Artefacto 2018 em grande estilo, com projetos que falam sobre futuro e contemporaneidade, natureza e calor.

Ava Window, robô do filme ‘Ex_Machina: Instinto Artificial’, é a inspiração da designer Luciana Baggio, que projetou um living e quarto contemporâneos. “A história do filme mostra um bilionário que tem prazer em criar e “humanizar “ ao máximo robôs femininos, até que sua última invenção se rebela e manipula a todos para, finalmente, se libertar. Como a casa mostra vários detalhes em pedra (inclusive uma das paredes do living é uma enorme rocha), decidimos usar duas divisórias retro iluminadas, que reproduzem uma rocha”, conta Luciana, que seguiu a linha cimento queimado e concreto que aparece em abundância na casa do filme. Para deixar harmônico, a designer usou uma base neutra em tons de cinza, além de obras de arte bem contemporâneas. O design das luminárias também foi idealizado especialmente para o ambiente pela equipe da DSGNSELO.

Todo o espaço conta com diversas texturas. “Na minha opinião, isso traz aconchego a qualquer tipo de projeto”, comenta Luciana, que usou linho, veludo, couro natural, camurça, pedra, vidro, aço com microtextura. “Usamos, também, tonalidades de cinza, além de um pequeno toque rosé, pois no filme a robô tem uma poltrona nesse tom no ambiente onde vive”, completa Luciana. No mobiliário estão o módulo Escape, em linho Ratier Boucle Montreal cor Neblina (lançamento Artefacto), as poltronas e pufes Lounger em couro natural grafite, e a mesa componível Carlo, com acabamentos se misturam harmonicamente. Para o ambiente do robô Ava, o sofá Illi em veludo cinza, a mesa de apoio Trevi e a enorme mesa Kham – usada como escrivaninha – se unem a cadeira Chiara e o espelho Elie para dar o toque futurista que o filme sugere. “A ideia é refletir ao máximo a iluminação natural”, conta Luciana.

Do futuro direto para as montanhas secas e vegetação rasteira de Las Vegas, Flavia Bonet valorizou os materiais rústicos e naturais, com foco nas altas temperaturas e clima árido. O projeto, inspirado no filme ‘Medo e Delírio em Las Vegas’, traz cores quentes em detalhes e na decoração. “Nos inspiramos no conceito do deserto e dos tons quentes predominantes na paisagem de Nevada. Apostamos no espaço claro e na neutralidade com uso de tons quentes em detalhes”, conta Flavia.

O resultado é um ambiente despojado com valorização do rústico e natural. “Deixamos o espaço descontraído, com mesa de bilhar e móveis com fibras naturais, que não deixam de ser elegantes e acolhedores”, completa a arquiteta. No mobiliário destaque para a linha light gray, ratier de linho natural, veludo nos sofás, alguns toques de couro no baú e puffs e fibras naturais de algumas poltronas e cadeiras. Para compor o espaço, Flavia selecionou o sofá Jaen, poltrona Maros, mesa de jantar que se torna bilhar La La Land, poltrona Palawan, mesa de chá Kiluan, puff Talu, Cadeira Cage II e biombo Bronte.

Sobre a Artefacto

A palavra Artefacto é praticamente uma senha para a mobiliário de alto padrão e, mais do que isso, decodifica um lifestyle que faz a cabeça dos maiores nomes da arquitetura e do décor. Tem sido assim desde 1976, quando Seu Albino Bacchi, patriarca do clã, dava o pontapé inicial com o lançamento de peças em fibras naturais renováveis. Passadas quatro décadas, os produtos da brand conjugam tecnologia de ponta e rigor artesanal no mesmo tempo verbal, com qualidade, elegância e acabamentos irretocáveis que fazem dos móveis e acessórios verdadeiros objetos de desejo da casa contemporânea, seja ela clássica, moderna, na urbe, na praia, no campo ou em qualquer outro lugar, já que a linguagem das cadeiras, poltronas, sofás, mesas, bancos, aparadores e acessórios em geral é absolutamente cosmopolita – como acontece no universo fashion. Localizada em Iperó, no interior de São Paulo, a fábrica da Artefacto conta com 72 mil metros quadrados e um sistema de produção autossuficiente (sem intervenções de terceiros), responsável pela manutenção do exigente padrão de qualidade que faz da empresa a líder em seu segmento. Adotando exclusivamente matérias-primas certificadas por órgãos como o Ibama, o processo de fabricação integra o trabalho manual e tecnologia de acordo com o design e função de cada peça. Assim, o caráter exclusivo do mobiliário Artefacto é alcançado pela união do moderno e do tradicional, como costuras computadorizadas e tesouras tradicionais, máquinas manuais e centros de usinagem.

Desse mix de elementos – que vão da contemporaneidade italiana à sensualidade francesa, passando pela simplicidade asiática e leveza brasileira, sempre com materiais sustentáveis – saem a identidade própria e o padrão internacional, seja nas coleções indoor ou outdoor (apresentadas sob o selo Beach & Country). Além da vanguarda na fabricação, a etiqueta também foi a primeira no País a trabalhar com o conceito de mostra de decoração dentro do próprio showroom, o que a colocou oficialmente no calendário das mostras mais influentes – e disputadas – entre as maiores pranchetas.

Créditos fotos: Eduardo Macarios

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.