Criatividade é fundamental para a inovação nas empresas

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Há dez anos no mercado, a Escola de Criatividade de Curitiba elenca dez hábitos para cultivar a criatividade, considerado elemento fundamental nos processos de inovação

A criatividade ajuda a empreender, a desenvolver uma ideia, um produto ou um projeto que podem alavancar uma empresa. O empresário Jean Sigel, um dos criadores da Escola de Criatividade de Curitiba, destaca que um dos principais bloqueios do processo criativo é o medo de errar, de falhar ou do fracasso. “As empresas querem inovar e muitas vezes não sabem como. O segredo é errar cedo, se permitir errar e que os outros errem, para corrigir o processo ao longo do caminho”, explica.

Uma das premissas na inovação é um ambiente de confiança no propósito da empresa. Para propiciar esse ambiente é necessário ter colaboradores confiantes para criar. E o primeiro passo, ensina Sigel, é a empresa estabelecer que todas as pessoas podem ter ideias, questionar os processos, além de estarem autorizados a colaborar com novas ideias e repensar temas cruciais. Quando as empresas têm esse ambiente de confiança as pessoas se sentem estimuladas não só a dar novas ideias, mas de aprimorar ou transformar processos. “Quando a empresa emite esse ambiente de confiança, as pessoas vão ter menos medo de errar e mais intenção de arriscar e buscar novos processos de criatividade”, ensina.

Sigel ressalta que em circunstâncias desfavoráveis, a inovação é mais importante que o conhecimento. E, segundo ele, os processos normativos e sistemas, não podem ser engessados, pois “matam a criatividade”. Sigel destaca ainda que dentre os processos de inovação, criatividade e imaginação, a última é a mais importante de todas.

Atitude de liderança

Sigel chama a atenção para o hábito das empresas cultivarem lideranças naturais, outro segredo para desenvolver a criatividade entre seus colaboradores. Segundo ele, os gestores devem observar os vários tipos de liderança que estão nos setores da empresa e não somente os líderes nomeados. Esses líderes naturais são pessoas que falam, ajudam e questionam a empresa. Para ele, é importante dar valor a essas características dos colaboradores porque cria no ambiente diversos líderes não só para a produção, mas também para o propósito da empresa.

A Escola de Criatividade de Curitiba elencou 10 hábitos para cultivar a criatividade:

1) Considere-se criativo;

2) Tolere o erro (e não tenha medo de errar);

3) Não julgue ideias na hora errada;

4) Pense também com a cabeça do outro;

5) Esteja atento às circunstâncias;

6) Ouça sua intuição;

7) Seja curioso;

8) Faça o simples;

9) Faça mais perguntas (até perguntas idiotas);

10)Faça anotações

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.