Espalhe Histórias: Fundação Iberê lança campanha de doação de livros infantis para Casa de Apoio Madre Ana

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Para celebrar o Dia Internacional do Livro Infantil, a Fundação Iberê lança a campanha Espalhe Histórias. As doações feitas até o final de abril serão entregues à biblioteca da Casa de Apoio Madre Ana, iniciativa liderada pela jornalista Tânia Carvalho.

Inaugurado em maio de 2016, o espaço localizado no Centro Histórico da Capital serve de lar para familiares e pacientes em tratamento na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre que não têm condições de arcar com despesas de hospedagem e alimentação. A Casa já recebeu mais de 1,5 mil pessoas, em sua maioria crianças com doenças do coração, com necessidade de transplante ou com câncer que recebem, sem custos, hospedagem, cinco refeições diárias, material de higiene pessoal, roupas de cama e banho, além de acompanhamento social e conforto espiritual.

Oficinas
Programa Educativo da Fundação Iberê também promoverá nos finais de semana uma série de atividades para instigar crianças e suas famílias a pensarem sobre a importância da construção do repertório de narrativas na infância e o desenvolvimento do prazer da escuta e leitura de histórias. Para isto, até o dia 21 de abril, o espaço “Histórias que cabem aqui”, ocupação temporária, localizada no 3º andar da instituição, convida os visitantes a contarem suas próprias histórias.

Volnei Canônica, presidente do Clube Quindim, instituto que fomenta a leitura entre pais e filhos por meio da curadoria e envio de livros infantis para os assinantes, também realiza bate-papo com mães e pais sobre a importância da leitura na infância. No dia 14, acontece uma oficina de ilustração de tirinhas, e, no final de semana da Páscoa, as atividades de sábado e domingo serão de contação de histórias para os pequenos, dentro do espaço “Histórias que cabem aqui”. No dia 27 de abril, a Fundação e o FestFoto recebem o artista chileno Cristian Ochoa para um encontro de educadores, o segundo do ano promovido pela instituição.

Imagens e Migração tem o objetivo explorar os recursos visuais, revisitando a temática das migrações junto à comunidade escolar, padrões internacionais de políticas públicas e direitos humanos. Além de sugestões de dinâmicas de trabalho, o encontro oferecerá um panorama sobre deslocamentos contemporâneos e informações sobre as principais rotas migratórias da América Latina, em especial a diáspora venezuelana, haitiana e colombiana.

Programação
13 de abril | Sábado | 15h
Conversas: mãe, me conta uma história?, com Volnei Canônica
Classificação etária: Livre
Inscrições gratuitas pelo link https://forms.gle/EAAKQzffbE38vTSh6 e doação de um livro infantil

14 de abril | Domingo | 15h
Oficina de ilustração em tirinhas
Classificação etária: a partir de 13 anos
Inscrições gratuitas pelo link https://forms.gle/yXy1UTzme53MnHsD9 e doação de um livro infantil

20 de abril | Sábado | 15h
Contação de histórias O Grande Baobá
Classificação etária: Livre, indicado para crianças 0-10 anos
Inscrições gratuitas e doação de um livro infantil

21 de abril | Domingo | 15h
Oficina de desenho: um personagem no rio vermelho

Classificação etária: 6-12 anos
Inscrições gratuitas pelo link https://forms.gle/AJdAZypVKvaT4Tv86 e doação de um livro infantil

27 de abril | Sábado | 10h às 12h
Encontro de Educadores: imagens e migrações, com o fotógrafo chileno Cristian Ochoa, artista convidado do FestFoto 2019 
Sinopse: A Fundação Iberê, em parceria com o FestFoto, convida o artista chileno Cristian Ochoa para apresentar seu trabalho “El sueño sudamericano” e as oficinas realizadas em comunidades migrantes envolvendo jovens e adultos. A atividade tem o objetivo explorar os recursos visuais, revisitando a temática das migrações junto à comunidade escolar, padrões internacionais de políticas públicas e direitos humanos. Além de sugestões de dinâmicas de trabalho, o encontro oferecerá um panorama sobre deslocamentos contemporâneos e informações sobre as principais rotas migratórias da América Latina, em especial a diáspora venezuelana, haitiana e colombiana. Será fornecido certificado de participação para aqueles que obtiverem 100% de participação na atividade.
Inscrições gratuitas pelo https://forms.gle/AnnMDBSVVPkuTUrT9 e doação de um livro infantil

A Fundação Iberê tem o patrocínio de IBMCMPC – Celulose Riograndense Grupo GPS, e apoio Grupo IESASTIHL DLL Group, com realização e financiamento do Ministério da Cidadania / Governo Federal. Serviços de tradução: Traduzca.

Endereço: Fundação Iberê Camargo – Avenida Padre Cacique, 2000
Visitação: De quarta a domingo, das 14h às 19h (último acesso às 18h45min)
A Fundação Iberê Camargo também atende a grupos agendados. Para fazer um agendamento, basta ligar para o Programa Educativo – 51 3247 8000

Como chegar:
A Fundação Iberê dispõe de estacionamento pago, operado pela Safe Park.

As linhas regulares de lotação que vão até a Zona Sul de Porto Alegre param em frente ao prédio, assim como as linhas de ônibus Serraria 179 e Serraria 179.5. É possível tomá-las a partir do centro da cidade ou em frente ao shopping Praia de Belas. O retorno pode ser feito a partir do Barra Shopping Sul, por onde passam diversas linhas de ônibus com destino a outros pontos da cidade.

Pedestres e Ciclistas: existe uma passagem para que pedestres e ciclistas possam atravessar a via em segurança. A passarela é acessada pelo portão de entrada do estacionamento. A Fundação também dispõe de um bicicletário, localizado nos fundos do prédio.

Site:www.iberecamargo.org.br
Fanpage: www.facebook.com/fundacaoiberecamargo
Instagram: @ f_iberecamargo
Visita virtual Google Artes & Culture:https://goo.gl/wYr75v

Exposições em cartaz

Ateliê de Gravura: da tradição à experimentação
Artistas: 100 artistas que passaram pela residência do programa Artista Convidado, além de Iberê Camargo
Local: 4º andar
Período de exibição: 26 de janeiro a 21 abril
Classificação indicativa: Livre

A exposição Ateliê de Gravura: da tradição à experimentação visa relançar estrategicamente o reconhecido programa Artista Convidado. De 2001 a 2018, mais de 100 artistas brasileiros e estrangeiros, com distintas trajetórias e formas de expressão – muitos deles sem nenhuma experiência com a gravura – passaram pela Fundação Iberê, experimentando e revelando suas poéticas em diversas técnicas, tais como: monotipia, plotagem, serigrafia, fotogravura e outras possibilidades gráficas, resultando sempre uma ou mais matrizes em metal, a partir das quais é realizada a edição.

Visões da Redenção
Artista: Iberê Camargo
Local: 2º andar
Período de exibição: 26 de janeiro a 21 de abril
Classificação indicativa: Livre

Visões da Redenção traz um recorte de 77 obras de Iberê Camargo (66 desenhos, três gravuras e oito pinturas), produzidas no início dos anos 1980 – quando o artista retornou à Capital gaúcha, após um período de 40 anos vivendo no Rio de Janeiro. Frequentador assíduo do Parque da Redenção, Iberê gostava de observar o ir e vir das pessoas: anônimos, músicos, palhaços, ciclistas, moradores de rua e performers. De simples registros desses passeios, logo as anotações do artista ganharam um significado maior. Os “personagens” da Redenção foram convidados para aturem como modelos vivos em seu ateliê, e, muitos deles, desdobraram-se nas famosas séries Fantasmagoria, Ciclistas Ecológica (Agrotóxicos).

Sobre a Fundação Iberê Camargo

A Fundação Iberê Camargo é uma instituição privada sem fins lucrativos, criada em 1995, a partir de um desejo do próprio artista e sua esposa, Maria Coussirat Camargo, e com o apoio de amigos e empresários de Porto Alegre.

Há 22 anos, a Fundação desenvolve ações culturais e educativas com a missão de preservar o acervo, promover o estudo, a divulgação da obra de Iberê Camargo e estimular a interação de seu público com arte, cultura e educação, por meio de programas interdisciplinares. Seu acervo é formado por um núcleo documental, composto de documentos e imagens relacionadas à vida e à obra do artista, e um núcleo com a coleção Maria Coussirat Camargo, que inclui pinturas, gravuras, guaches, desenhos e estudos de Iberê Camargo, obras que o casal acumulou durante a vida.

Iberê Camargo

[Restinga Seca, 1914 – Porto Alegre, 1994] – Iberê Camargo é um dos grandes nomes da arte brasileira do século 20. Autor de uma extensa obra, que inclui pinturas, desenhos, guaches e gravuras, Iberê nunca se filiou a correntes ou movimentos, mas exerceu forte liderança no meio artístico e intelectual brasileiro. Dentre as diferentes facetas de sua vasta produção, o artista desenvolveu as conhecidas séries CarretéisCiclistas e As idiotas, que marcaram sua trajetória. Grande parte de sua produção, estimada em mais de sete mil obras, compõe hoje o acervo da Fundação Iberê Camargo.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.